O que acontece se eu parar de contribuir para o INSS?

Parar de contribuir para o INSS

Percebemos que atualmente muitas pessoas não estão conseguindo pagar a sua contribuição para o INSS. Seja por conta da crise econômica e social vivida pelo nosso país ou até pelo descrédito com o INSS. Muitos têm medo de contribuir e não conseguir se aposentar. Por isso, sou frequentemente questionado: o que acontece se eu parar de contribuir para o INSS?

REGIME CONTRIBUTIVO

A Previdência Social adota um regime contributivo, ou seja, é necessário que o cidadão contribua para poder usufruir deste serviço. Vimos em nosso blog que existe exceção, como é o caso do Benefício de Prestação Continuada da LOAS.

Saiba mais sobre a Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) e o seu BPC lendo nosso texto: “Benefício previdenciário sem contribuição: LOAS”.

Assim, fundamental para o cidadão manter em dia as suas contribuições.

O QUE ACONTECE SE EU PARAR DE CONTRIBUIR PARA O INSS?

Caso o cidadão deixe de contribuir para o INSS, por qualquer motivo, ele poderá perder os direitos aos benefícios. Contudo, isso não acontece do dia para a noite.

Sabemos que para cada benefício existe um período de carência. Como exemplo, podemos citar doze contribuições para o auxílio-doença, 180 para a aposentadoria por idade, uma para o auxílio-doença acidentário.

A perda da qualidade de segurado, ou seja, do direito de pedir benefícios, também varia de acordo com o tempo de contribuição.

Quem mantinha a qualidade de segurado por meio de contribuições e deixa de fazê-las ainda poderá requerer benefícios por doze meses, quem contribuiu sem interrupções por 120 meses, pode requerer benefícios por dois anos, mesmo estando sem contribuir.

Veja mais em nosso texto: “Posso receber benefício previdenciário mesmo desempregado?”.

E A APOSENTADORIA?

Se o trabalhador já tiver cumprido o tempo de contribuição mínimo e deixe de contribuir, poderá se aposentar por idade sem problema quando atingir a idade mínima. Da mesma forma, o cidadão que já cumpriu o período mínimo para a aposentadoria por tempo de contribuição.

Saiba mais lendo o nosso texto: “Como fica a aposentadoria de quem parou de contribuir?”.

CONCLUSÃO

Se você tiver a qualidade de segurado e estiver passando muitas dificuldades financeiras, não há problema imediato em parar de contribuir por um ou dois meses. Contudo, é importante tomar cuidado para não perder a sua qualidade de segurado.

Parar de contribuir para o INSS também pode fazer com que você se aposente mais tarde. Por isso, sempre que deixar de contribuir tome cuidado para não perder a sua qualidade de segurado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *