Dica OAB – Trabalho proibido

Share

Dica OAB - Trabalho Proibido

Hoje iniciamos uma nova seção em nosso blog: Dicas OAB. Nesta parte do blog iremos comentar questões da OAB sobre Direito e Processo do Trabalho e Ética. Entendemos que estas são as matérias mais importantes para a sua aprovação. Vamos comentar uma questão da OAB/FGV sobre trabalho proibido. Achamos esta questão interessante, pois não cobra simplesmente a letra da lei.

QUESTÃO

Uma grande empreiteira vence a licitação para construção de uma hidrelétrica, mas, tendo dificuldade em arregimentar trabalhadores em razão da distância até o canteiro de obras, resolve contratar estrangeiros em situação irregular no país, inclusive porque eles concordaram em não ter a carteira profissional assinada e receber valor inferior ao piso da categoria.

A contratação, na hipótese apresentada, contempla um caso de

(A) trabalho proibido.

(B) trabalho ilícito.

(C) trabalho escravo.

(D) trabalho válido.

COMENTÁRIOS

A alternativa “A” deve ser assinalada.

Esta questão não é de letra da lei nem de jurisprudência, mas sim de conceitos.

O trabalho proibido é aquele que está em desacordo com as leis trabalhistas. Entretanto, os direitos dos trabalhadores devem ser preservados, pois os efeitos do contrato são válidos. Ex: trabalho do menor de idade em horário noturno, trabalho do estrangeiro irregular. Por isso a alternativa “A” deveria ter sido assinalada.

O trabalho ilícito é aquele em que o objeto do trabalho está contra a legislação. Aqui há prestação de serviços ilícitos. Os efeitos do contrato de trabalho não são preservados. Ex: Trabalho com tráfico de drogas ou armas.

Trabalho escravo. Para buscar uma definição mais legalista, podemos trazer a baila o art. 149 do Código Penal, que define o trabalho em condição análoga à de escravo:

“Art. 149. Reduzir alguém a condição análoga à de escravo, quer submetendo-o a trabalhos forçados ou a jornada exaustiva, quer sujeitando-o a condições degradantes de trabalho, quer restringindo, por qualquer meio, sua locomoção em razão de dívida contraída com o empregador ou preposto: (Redação dada pela Lei nº 10.803, de 11.12.2003)

Pena – reclusão, de dois a oito anos, e multa, além da pena correspondente à violência. (Redação dada pela Lei nº 10.803, de 11.12.2003)

§ 1º Nas mesmas penas incorre quem: (Incluído pela Lei nº 10.803, de 11.12.2003)

I – cerceia o uso de qualquer meio de transporte por parte do trabalhador, com o fim de retê-lo no local de trabalho; (incluído pela Lei nº 10.803, de 11.12.2003)

II – mantém vigilância ostensiva no local de trabalho ou se apodera de documentos ou objetos pessoais do trabalhador, com o fim de retê-lo no local de trabalho.

§ 2º A pena é aumentada de metade, se o crime é cometido:

I – contra criança ou adolescente; (Incluído pela Lei nº 10.803, de 11.12.2003)

II – por motivo de preconceito de raça, cor, etnia, religião ou origem. (Incluído pela Lei nº 10.803, de 11.12.2003)

Trabalho válido é o que está de acordo com os preceitos trabalhistas em vigor.

COMO PASSAR NA OAB

Se você gostou do comentário feito para esta questão, clique no link a seguir e saiba como ter acesso ao comentário de todas as questões das últimas dez provas da OAB/FGV comentadas por nós.

Como passar na OAB – descubra o segredo – clique aqui agora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *