Quem bate atrás é sempre culpado?

Share

quem bate atrás

Hoje o blog Direito de Todos vem acabar com mais um mito que se perpetua no imaginário popular brasileiro. Segundo este mito, em um acidente de trânsito quem bate atrás é sempre culpado. Contudo, como veremos a seguir, essa afirmação nem sempre está correta.

Na faculdade de Direito algumas das frases que mais ouvimos são: “cuidado com ‘sempre’”, “cuidado com o ‘nunca’”, isto porque são raríssimos os casos no Direito em que uma situação é SEMPRE ou NUNCA verdadeira ou falsa.

Imagine a quantidade de situações acontecem com você durante o dia e quantas variações podem acontecer nas mais comuns delas.

Há quem diga que SEMPRE come pão com manteiga no café da manhã, porém isto não acontece aos sábados ou nos dias em que acorda atrasado para o trabalho. Veja, com este simples e bobo exemplo pudemos notar como é muito difícil alguma coisa acontecer SEMPRE. Por isso, cuidado ao dizer que quem bate atrás é sempre culpado em um acidente de trânsito.

Quem bate atrás é sempre culpado?

Vamos então à explicação jurídica para tal. O mito de quem bate atrás é sempre culpado surgiu em decorrência da PRESUNÇÃO de que quem bate atrás é sempre culpado. O art. 29, II, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) é quem determina esta presunção:

“II – o condutor deverá guardar distância de segurança na lateral entre o seu e os demais veículos, bem como em relação ao bordo da pista, considerando-se, no momento, a velocidade e as condições do local, da circulação, do veículo e as condições climáticas”.

É com base neste dispositivo que presumimos que quem bate atrás é o culpado pelo acidente de trânsito, pois nele fica determinado que o condutor deve guardar distância segura entre um veículo e outro, o que é feito por quem vem atrás. Desta forma, caso ocorra uma colisão traseira, presume-se que quem vinha atrás é o culpado, pois não guardou uma distância segura a ponto de evitar o choque.

 – x –

Conheça, também, o que é dever de todo condutor de veículo.

Veja se você tem direito ao seguro DPVAT lendo o nosso texto. Como receber o seguro DPVAT?

 – x-

Porém, esta é apenas uma presunção de culpa, o próprio CTB apresenta alguns casos que podem responsabilizar o condutor do carro da frente pelo acidente. Citaremos dois, o art. 42 e o 43, III.

“Art. 42 – Nenhum condutor deverá frear bruscamente seu veículo, salvo por razões de segurança”. De acordo com este dispositivo, quando o condutor do carro que vier na frente frear o seu carro bruscamente sem algum motivo de segurança, poderá ser responsabilizado pelo choque que receber na traseira de seu veículo, caso a dinâmica do acidente seja comprovada em juízo.

Da mesma forma o art. 43, III, do CTB: “Art. 43 – Ao regular a velocidade, o condutor deverá observar constantemente as condições físicas da via, do veículo e da carga, as condições meteorológicas e a intensidade do trânsito, obedecendo aos limites máximos de velocidade estabelecidos para a via além de: […] III – indicar, de forma clara, com a antecedência necessária e a sinalização devida, a manobra de redução de velocidade”.

Veja mais:

Publicar foto sem consentimento pode gerar indenização

Motorista que bater em carro parado em local proibido é culpado

Companheiro do mesmo sexo também é dependente do segurado

Como funciona o salário-maternidade?

Alcoolismo não gera dispensa por justa causa

161 comentários em “Quem bate atrás é sempre culpado?

  1. Discodo do comentário, porque o motorista que bateu atrás deve guardar dlstância de segurança, assim, mesmo que o motorista da frente freie bruscamente, haverá tempo e distância hábil para manobra evasiva. O bom motorista deve estar sempre preparado para o pior.

    1. Marcos,

      Entendo a sua lógica e ela é a regra geral. Como dito no texto, existe sempre uma presunção de que quem bateu atrás é o culpado, justamente pelos fatores que você citou. Contudo, a legislação de trânsito brasileira determina algumas atitudes que o condutor deve ter.

      Entre elas destacamos no texto a necessidade de o condutor sempre “dar a seta” quando for fazer uma mudança de pista ou “mudar de rua”. Caso o acidente tenha sido causado pela falta de sinalização do motorista da frente, os Tribunais costumam entender que a culpa foi dele. Sempre lembrando que quem bateu atrás deverá comprovar que o condutor da frente não “deu a seta” e por esse motivo o acidente aconteceu.

      Imagine, seguindo a lógica de quem sempre bate atrás é o culpado, não haveria necessidade de o motorista dar seta para mudar de pista ou fazer uma curva caso não houvesse ninguém no sentido contrário. Entendeu a situação?

      O texto quer mostrar apenas que para quase tudo existe uma ou algumas exceções.

      Obrigado pelo seu comentário. Tenho certeza que irá acrescentar para os outros leitores do blog.

      Fique a vontade para deixar a sua opinião em qualquer dos nossos textos. Essa troca de ideias apenas engrandece o debate e deixa o nosso blog mais rico.

      Abraço.

    2. Boa noite a todos, nesta semana um carro bateu na minha traseira. Quando o sinal ficou amarelo não daria para eu passar pelo cruzamento, então acabei freando bruscamente o meu veículo para não ´passar com o sinal vermelho, pois iria ser multado. O meu veículo acabou freando em cima da faixa de pedestre, neste caso quem está errado? O trajeto era em linha reta.

    3. concordo plenamente com o Marcos, na distância permitida na velocidade permitida e com atenção ,msm q o veículo da frente freie bruscamente não haverá colisão.

  2. Boa tarde, ajudem- me por favor. Estava tentando sair de uma vaga em uma determinada via, estava sinalizando com o freio de mão puxado aguardando uma oportunidade para sair. Um carro que vinha na mesma faixa que eu deveria sair parou por completo há uma boa distância atrás do meu veículo, imaginei que o mesmo gostaria de ocupar minha vaga aparentemente é quando pensei em passar a primeira marcha e sair um carro colidiu na traseira deste carro que foi lançado em cima do meu carro. No momento, os dois carros encontravam-se completamente parados, tanto o meu quanto ao que colidiu no meu. O carro que colidiu na traseira do outro carro alegou que não deu tempo de parar e nem mudar de faixa. O carro que me aguardava sair disse que parou pois achava que meu carro estava emboçado para sair e ficou receoso de bater no meu. Conclusão , os dois chegaram à brilhante conclusão que a culpa era minha. Ressalto que o carro vermelho não freou bruscamente, reduziu a velocidade até parar. Agora querem que eu pague. Solicitei que buscassem a justiça visto que não me achei culpado.

    1. Bruno,

      Pelo que você me relatou, acredito que a culpa seja do último carro, o que realmente causou o acidente.

      Em um processo como esse, é sempre bom ter testemunhas ou gravações que comprovem a sua história, apesar de neste caso, a presunção de culpa ser do carro que bateu atrás e ele deve se livrar dela.

      Boa sorte.

  3. Olá estava saindo de um sinal, quando um carro freio sem sinalizar bruscamente, então outros dois carros bateram na traseira dele e eu não consegui freiar bati no terceiro carro, quem é o culpado? O causador fugiu, a moça que bati atrás dela disse que eu fui culpada.

    1. Larice,

      Nesta situação, a presunção de culpa é de quem bate atrás.

      Para que esta presunção seja descaracterizada é necessário que você comprove que quem estava na frente agiu contra as regras do Código de Trânsito, no seu caso específico, freou bruscamente sem os devidos cuidados.

      A prova pode ser feita por meio de testemunhas ou vídeos, por exemplo.

      Boa sorte.

  4. Boa tarde.
    Na semana passada eu estava passando pela via que corta minha cidade e tinha acabado de passar por um redutor de velocidade de 50km quando vi algo, que não sei precisar, passando pela frente do meu carro. Como a visão foi muito rápida e não deu tempo de eu olhar pelo retrovisor para ver se poderia jogar o carro para o acostamento (na minha cidade boa parte dos motoqueiros andam pelo acostamento), então freiei o carro e parei o mesmo. O carro que estava vindo atras acabou batendo na minha traseira. De fato as coisas acontecem rapido e eu parei o carro, mas não estávamos em alta velocidade visto que tínhamos acabado de pasar pelo redutor se velocidade. Não tinhamos parado em nenhum semáforo pra que eles pudessem justificar o fato de estarem próximos a minha traseira. Eles disseram que a culpa é minha e querem que eu pague o meu prejuízo e o deles. Andei pesquisando e vi que é necessário que o veículo de trás guarde distancia do veículo da frente, e um dos motivos é por ele não ter a mesma visão do veículo da sua frente e se for preciso que o motorista da frente pare, ele precisa de uma distância segura para parar seu veículo também de modo a não bater o carro. Nete caso, de acordo com seus conhecimentos, quem está errado?

    1. Vanessa,

      Tudo vai depender das provas que forem apresentadas em juízo.

      Em regra, quem está atrás é o culpado e tem de comprovar que quem estava na frente não tomou as medidas necessárias de direção defensiva.

      Boa sorte.

  5. Olá, boa noite!
    Hoje eu e meu pai estávamos em uma avenida, na mão direita, quando de repente uma camionete que estava na mão esquerda, que segundo o condutor da mesma, disse que para desviar de um cachorro exerceu tal manobra. Eu e meu pai, que estávamos em uma motocicleta em uma velocidade permitida pela via, na mão direita, seguindo no mesmo sentido da camionete que permanecia na mão esquerda. Quando de repente o condutor da camionete jogou o veículo para a direita e em seguida freio bruscamente. Meu pai tentou freia, porém como a camionete estava ultrapassando a gente e jogou o veículo para a nossa mão, não conseguiu efetuar o frenagem, o que ocorreu a colisão no canto traseiro da camionete. Neste caso quem está errado, meu pai ou o condutor do automotor ?

    1. Thainá,

      Pela história que você contou, me parece que quem está errado é o condutor da camionete, afinal vocês não fizeram nada, foram apenas abalroados.

      Entretanto, em juízo, a presunção de culpa é de quem estava atrás, a qual deve ser eliminada por provas em contrário juntadas por vocês (quem estava atrás).

      Boa sorte.

  6. Boa tarde estava dirigindo meu carro e uma moto freou bruscamente em minha frente, pra não bater nela e passar por cima Freei meu carro e desviei para a direita ja tinha um pouco de espaço, mas daí quando parei meu veiculo senti um forte impacto na traseira do carro me arrastando mais uns 5 mts a frente. A moça que bateu atrás quer que eu pague a franquia do Seguro dela. Oque faço? Pois dependo do carro para levar minhas filhas para escola?

    1. Patrícia,

      Se ela quiser que você pague as despesas que ela teve, ela deverá entrar com uma ação contra você e provar que você foi a responsável pelo acidente.

      Não podemos esquecer que nesta situação, presume-se que quem bateu atrás é o culpado, devendo este provar o contrário.

      Abraço

  7. Olá boa noite, fiz parte de um acidente onde colidimos 5carros no total o meu foi o último o primeiro carro freou bruscamente fazendo com que os outros 4 carros que vinham atrás colidirem eu bati no penúltimo carro e ele quer que eu me responsabilize pelos danos do carro dele o que faço?

    1. Leandro,

      Se ele lhe cobrar judicialmente, você deverá comprovar que, apesar de vir atrás, não foi o culpado pelo acidente. Isso pode ser feito por meio de vídeos, fotos, testemunhas.

      Abraço

  8. Hoje tive a infelicidade de estar em um acidente , o carro que estava á minha frente freou porque o veículo que estava na frente dele deu ré , não consegui frear e colidi no lado esquerdo do para choque traseiro do veículo , eu estava de moto , mas a colisão em si não foi grave , amassou um pouco o para choque dele ( nem trincou ) . Mesmo assim o ocupante do veículo quis chamar policia , então fomos na delegacia mais próxima . Lá fizemos o B.O , o policial aconselhou a ele averiguar na seguradora a quantia do prejuízo , pois nem precisaria ”cobrar” de mim . Mas eu também me senti lesado , sei que ”quem bate atrás está errado” mas como muitos disseram acima , nem sempre esse dito popular é válido . Gostaria de saber como ficaria a situação caso ele queira que eu pague e eu não queira , perante a justiça eu estaria errado nessa situação ?

    1. Diego,

      Nesta situação será necessário levar provas ao juiz que comprovem toda a sistemática do acidente. O seu caso, me parece uma situação de culpa concorrente, quando os dois tiveram sua parcela de culpa. Nesta hipótese cada um paga as suas próprias despesas.

      Todavia, como dito, o juiz tomará a decisão com base nas provas que forem levadas a ele.

      Boa sorte.

  9. Olá, sai de uma estrada rural, identifique que não vinha automóvel de ambos os lados, andei 50 metros e uma moto em alta velocidade bateu atrás do meu carro.
    Eu estava devagar por estar entrando na via, quem está errado?

  10. Oi!! Preciso de ajuda.
    Esses dias eu estava de moto em uma avenida tinha um carro logo a minha frente mais na mão direita eu estava na esquerda ele não deu seta e entrou com tudo pra retornar na avenida oposta da que nos tavamos, e me fexou tentei frear e nao deu e bati na porta do motorista, na hora de fazer o B.O ele disse que deu seta mais nao deu e mesmo que desse nao iria dar tempo de eu ver pois ele entrou cm td na minha frente, e ele qer que pago o carro !!! Agora nao sei se devo pagar ou nao ! Me ajuda?

    1. Mayara,

      Você deve procurar alguma testemunha que confirme que ele não deu seta. Se conseguir comprovar isso, ficará provada a culpa dele e você não será responsabilizada pelos danos sofridos por ele.

      Abraço

  11. Envolvi-me em um acidente onde bati na traseira do carro da frente, porém este carro parou bruscamente sem acender luz de freio nem pisca alerta, ambos trafegavamos na esquerda em uma pista de duas vias, o meu tempo de reação foi prejudicado pela falta de sinaluzação, em uma pista de velocidade de 70km/h, eu dirigia a 60km/h, e estava nuna distálancia de pelo mesnos uns 15 m. A condutira da frente assumiu a culpa e acionou seu seguro, todos tramites foram realuzados, agora a seguradora se negar a conserta meu carro com a desculpa de que como foi eu quem bateu atrás a culpa é minha. Estou pretendendo entrar na jyatiça contra essa empresa, por que no monento do acidente não houve vistoria por parte deles para eles colocarem essa presução como verdade absoluta.

  12. Amigos, devo acrescentar que a freada brusca pode ensejar uma culpa concorrente.
    Ontem tive uma experiência desagradável. Bati na traseira de um carro que parou bruscamente após a faixa limite de parada da pista, enquanto o sinal estava alaranjado.
    No meu entender, houve culpa concorrente. Minha, porque eu não guardei a distância segura. Da condutora da frente porque parou bruscamente quando deu a mensagem de que não pararia, mas que seguiria no sinal alaranjado.
    Eu me dispus a pagar o prejuízo caso a culpa fosse integralmente minha, mas chegando em casa, fiz pesquisas jurisprudenciais e constatei que, de fato, houve culpa co corrente.
    É uma situação horrível, tira um pouco da nossa paz, por menor que seja o prejuízo, porque você também teve culpa.

    1. Diego,

      Exatamente.

      Cada caso tem as suas peculiaridades. O texto busca esclarecer que a presunção de que quem bate atrás é sempre culpado pode ser desfeita.

      Obrigado pela contribuição.

      Abraço

  13. Boa tarde.
    Solicito ajuda.
    Envolvi em um acidente dentadura. Estava dirigindo um carro automático e de repente meu pé escorregou Do pedal freio eu assustei e frei eu bruscamente.
    O carro de trás não consegui mu parar , tentou tirar
    O carro e bateu na minha traseira esquerda.
    A lateral direita dele com a minha traseira esquerda.
    Na hora perguntei ao motorista se ela tinha seguro que confirmou e eu sugeri usar o seguro dela pra os dois carros em função dela ter batido atrás e dividiríamos a franquia.
    Ela N aceitou e disse que eu freei de repente.
    Me senti culpada e entrei. Em contato com minha seguradora pra cobrir os dois carros.
    A seguradora não autorizou o conserto do carro dela informando que a culpabilidade não foi do segurado no caso eu de acordo com a legislação de trânsito brasileiro..
    Agora ela acionou o seguro dela e quer que eu pague a franquia e está me ameaçador entear ba justiça.
    N sei o que fazer pois não freei de propósito e ela estava perto demais..
    Se eu assumir a franquia dela pra resolver a seguradora dela vira me cobrar o conserto..
    Me ajude por fvr!
    Obrigada..

    1. Kenia,

      Neste caso a presunção da culpa é dela, pois estava atrás. Desta maneira, ela é quem deverá comprovar que você foi a causadora do acidente. Se ela não conseguir fazer a prova você não poderá ser cobrada pelos danos materiais causados.

      Abraço

  14. Ola, boa tarde.
    Uma mulher estava fazendo o retorno onde é proibido e meu namorado acabou batendo a moto no carro dela. Então chamaram a policia e o policial falou que ele não poderia fazer boletim de ocorrência, pois não se machucou muito e não foi para o hospital. A moça aceitou como acordo a pagar metade do concerto da moto, mas hoje, ela falou que não iria pagar nada, pois procurou um advogado, e ele disse que quem bate atrás está sempre errado.
    Nesta situação quem está errado?
    Desde já, agradeço pela atenção

    1. Isabelle,

      Quem bate atrás é presumivelmente o culpado. Se quem bateu atrás conseguir provar que a culpa não foi dele, o outro condutor poderá ser responsabilizado. Você deverá conseguir provas que ajudem a demonstrar que seu namorado não foi o causador do acidente.

      Abraço

  15. uma senhora, saiu da rua dela com muita PRESSA, por educação parei e deixe que passasse, seguiu o transito normal , do nada ela freou bruscamente, como meu carro e pesado “van, mini bus” não consegui para a tempo e colidiu, tive testemunhas do fato, e tirei algumas fotos, a mesma se desculpou pois estava com um cachorro rotiwayller dentro do carro levando ao veterinário, mas assumiria o prejuízo, pois a mesma tinha seguro. Só que assim que seu pai chegou ela mudou seu discurso dizendo que não pagaria, pois e culpa de quem esta atrás ,peguei seu telefone, fiz o BRAT, e aguardei ela me ligar, so que não ligou. posso acionar a justiça?

    1. Marina,

      Pode. Entretanto, você deverá comprovar que ela agiu contra as leis de trânsito e que você estava de acordo com elas. Se não conseguir comprovar irá perder a ação.

      Boa sorte.

  16. Olá boa tarde, estava trânsitando em uma via de acesso rápido quando derrenpente sem motivo aparente o veiculo a frente reduziu a velocidade sem sinalizar, pisca alerta, seta nada. Logo quando percebi a redução acionei os fteios porém a como a via está molhada o veiculo derrapou atingindo o veiculo a frente. Ao descer do veículo a motorista disse que o carro dela tinha ocorrido uma pane elétrica. Então informei a ela que deria ter sinalizado e ido em direção ao acostamento e não ter se mantido na via 3 vezes abaixo da velocidade permitida na via. Não tive sinal de lartenas de freios, seta ou pisca alerta ela quer me processar e alega que eu estava errada isso procede?

  17. Prezado,

    Hoje me envolvi em uma leve batida de trânsito. Eu bati na traseira de um carro que ia na minha frente. Estávamos contornando uma rotatória e no ponto em que estávamos para sair dessa rotatória e pegar a pista, o Senhor que dirigia o carro da frente ao invés de pegar a pista de aceleração à direita (paralelamente à pista) até que fosse possível ele entrar na pista à esquerda, ele simplesmente tentou entrar perpendicularmente na pista. Porém, ele viu que vinha um carro na pista que ele iria entrar e então freou bruscamente. Eu estava a uma distância razoável, considerando a velocidade baixa em que estávamos, porém, por conta de um pouco de cascalho que tinha na pista, o carro derrapou e acabou encostando no veículo desse Senhor. A coisão gerou pequenos arranhões no parachoque do carro dele e um sensor de ré se desprendeu. No meu, apenas a placa amassou. Só que ele veio logo dizendo que só faz serviço na concessionária, mas que poderia ver com um chapista da confiança dele. Já julgando (por essa cultura de que quem bate no fundo está sempre errado), que eu errei e era o único culpado pelo ocorrido. Chamei os Agentes de trânsito e registramos a ocorrência. Queria uma orientação sua. Obrigado!

    1. Dimitri,

      A presunção de culpa é sua. Para que você se desvencilhe dela deverá comprovar que atitudes tomadas pelo outro condutor concorreram ou foram os responsáveis pelo acidente e danos.

      Boa sorte.

  18. Bom , eu bati na frente de uma palio 2008, eu estava trafegando na minha faixa a via é de mão Dupla, minha faixa tinha alguns carros estacionados , para continuar o meu trajeto eu tinha que entrar na faixa da esquerda , e quando eu entrei na faixa da esquerda , tinha alguns carros e caminhão de carga vindo , eu parai liguei o alerta e dei marcha ré para dar a preferencia pios ao invés de todos á queles veículos darem marcha ré , eu dei a preferencia e dei marcha ré para sair da faixa deles , e quando tava quase terminando veio uma palio e parou atras do meu carro , eu continuei dando marcha ré pensei que ele também iria sair mais não saiu e acabei batendo na frente do veiculo , bom o dono da palio quer que eu pague o prejuízo , mais não sei si o errado foi eu , pois eu ja estava dando marcha ré e com o alerta ligado .

  19. Bom dia! Na quinta da última semana. Estava em uma pista dupla com canteiro no meio, a chegar próximo a uma rotatória com parada obrigatória, vi uma moto q iria fazer a rotatória, como o pare era pra mim, eu parei na faixa esquerda da pista já q eu iria fazer a rotatória para entrar para o bairro onde mora a minha mãe. Enfim parei o carro na parada obrigatória e ao retirar o pé do freio e engatar a primeira pra colocar o veículo em movimento, um ônibus de transporte público, bateu na treisa do meu carro, me arrastando jogando 5 metros. Graças a Deus estava de cinto e não me machuquei. Na horas de fazer o BO a minha versão é a do motorista foi a mesma, Segundo ele viu eu parando o carro é q viu q a luz de freio tinha apagado ou seja q eu iria sair, e q achou q iria dar tempo de eu sair antes dele chegar e q não deu e perdeu o controle, aí depois ele disse q eu estava no meio das duas faixas e q tentou desviar de mim, e depois disse q eu parei o carro sai e parei de novo. O pessoal do Settran disse q a versão mais clara era a minha pois inicialmente foi a mesma versão do motorista. O cobrador do ônibus pediu testemunhas de quem estava dentro do ônibus, acredito que para algum procedimento deles, mas ninguém quiz. O pessoal da empresa de transporte foi no local e me pediu procurar a empresa no outro dia e falar com o responsável. Eles me pediram pra mandar três orçamentos, fotos do carro e o BO, para então acionar o seguro. Neste caso será q o seguro vai cobrir as despesas? Meu carro ficou destruído em toda a traseira e lateral esquerda traseira as portas desalinharam o teto emborcou e o conserto, já ultrapassou 75% do valor do carro. Com relação ao meu meio de transporte, já q o carro era o meu único meio de transporte, eles tem q custear os meu meio de transporte enquanto o seguro não dá resposta? Todos os relatos constam no boletim, e eu tirei fotos do acidente e fiz uma filmagem mostrando o acidente.

    1. Francielle,

      Se o seu seguro não cobrir quem paga é o responsável pelo dano, no caso a empresa de ônibus. Caso você comprove que teve despesas de locomoção por conta de estar sem o carro, acredito ser possível ser indenizada por estes danos materiais.

      Boa sorte.

  20. Olá boa tarde!!!

    Meu nome é Veronica, hj por volta das 09h30m da manhã estavamos numa avenida bem movimentada na ZL de SP, qdo derepente percebemos um motorista dois carros a frente do nosso que entrou na pista contudo,neste momento o carro a nossa frente freiou o carro derepente para não colidir com o carro a frente estávamos numadistância media e uns 2 metros e acabamos colidindo com o carro a nossa frente. O dono do carro saiu imediatamente nos explicou a situação dele, nos pediu desculpas dizendo que fez rápido pra não bater, enfim não fizemos B.O trocanos contato pra acertos, nosso carro amassou o capu, estourou radiador, o dele deu uma amassada, agora está me ligando que o carro ficou caríssimo pra conserto, somos leigos no assunto, estou arrasada pois como dizem bateu atrás é culpado e neste caso ele está ciente que Freiou bruscamente ainda sim devo pagar, msm que meu carro foi o mais prejudicado??? Por favor me orientá estou perdida sem direção

    1. Veronica,

      No caso de uma ação judicial você deverá comprovar que a culpa pelo acidente foi dele. Se não conseguir fazer esta prova, a culpa será presumidamente sua.

      Boa sorte.

  21. Bom dia

    Há 12 dias atrás me envolvi num acidente de trânsito.
    Eu estava dirigindo e em uma rua pequena e queria ingressar em Avenida. Eu queria converter a esquerda, ou seja teria que atravessar a avenida. Liguei a seta, me sertifiquei de que não via ngm, avistei uma moto muito longe, a pelo menos quase duas quadras.
    Como estava longe fiz a conversão, quando entrei na pista o motoqueiro caiu sozinho no cordão. Ele estava em alta velocidade, e o permitido é 40km/h.

    Eu assumi a culpa, mas agora ele motoqueiro quer me processar, mas será que eu realemente tinha culpa?
    Ele iria bater na minha traseira, e queria me ultrapassar pela direita

  22. Boa tarde,

    Na semana passada fui envolvido num acidente de Trânsito, ainda estou aguardando o laudo da PRF. A questão é o seguinte, eu estava na BR (duas faixas) e estava na faixa da direita, fui fazer a conversão para a esquerda (Detalhe: DEI A SETA INDICANDO E VERIFIQUEI NO RETROVISOR, NÃO VINHAM VEÍCULOS PRÓXIMOS E À DISTANCIA ESTAVA SEGURA) quando de repente uma moto, que ESTAVA FAZENDO CORREDOR ENTRE OS CARROS e CORTANDO TODOS ELES colidiu na minha traseira. No momento do acidente, parei o veículo, prestei socorro, solicitei viaturas da PRF e SAMU. Resultado o rapaz foi para o Hospital e eu fiquei no local juntamente com familiares (deles e meus, que chegaram depois do acidente para prestar socorro também). Felipe, meu questionamento é o seguinte, QUEM BATE ATRÁS ESTÁ ERRADO EM ALGUMAS SITUAÇÕES,…ok entendi, mas nesse caso…como a moto estava fazendo corredor e cortando os outros carros, ao acertar na minha traseira (sabendo que eu estava em conversão de faixa e sinalizando) qual seria a elucidação desse acidente…teria eu CULPA nesse caso, mesmo ele agindo dessa forma e eu tendo dado seta e olhado (no momento não vinha nenhum veículo próprio, e também não tendo visto a moto). Aguardo seus comentários, e também se possível for, favor informar na lei se tem algum código que prevê ou analisa acidentes como este.

    Sem mais, obrigado.

      1. Felipe, podes por favor citar a lei, artigo e/ou inciso que diz respeito à essa questão? É que o pessoal não quer assumir entende…querem jogar a culpa para cima e mim, dizendo que eu entrei na frente da moto e tals…quero resolver tranquilamente, por meio de um acordo, um entendimento, mas caso não se resolva, infelizmente terei de ir à Pequenas Causas.

        1. Dias,

          A fundamentação legal está no próprio texto, o art. 29, II do CTB.

          O motoqueiro deverá comprovar que mantinha distância segura de você e que por algum ato imprudente seu, ele foi abalroado.

          Abraço

  23. Olá , Boa tarde !
    Estou passando por um grave problema , estava trafegando em uma via de 70 km pela faixa da esquerda , em minha frente havia um March “Nissan” prata e logo a frente pela direita uma caçamba parada tomando toda via sem a devida sinalização e , logo atrás vinha um outro carro que ao visualizar a caçamba parada fez uma manobra indevida passando para a faixa da esquerda de vez na frente do March , que por sinal freiou bruscamente em minha frente sem a devida sinalização , eu vinha atrás conduzindo uma motocicleta a uma distância razoável ,porém não consegui freiar totalmente para evitar a colisão , em minha motocicleta não houve danos maiores , mas no carro a frente teve a sua lanterna quebrada e um leve arranhão e amassado no para choque , eu tive uma lesão no escroto e levei seis pontos , estou afastado do trabalho e agora o dono do carro quer que eu pague R$3,000 pelos danos do carro , não tenho condições de realizar esse pagamento , e sendo que ele que freiou bruscamente em minha frente.
    o que posso fazer nessa situação ?
    Atenciosamente!

    1. Bruno,

      Nesta situação você é que deve comprovar que não teve culpa pelo acidente. Procure câmeras que possam ter gravado o acidente ou testemunhas que possam ter presenciado o fato.

      Boa sorte.

  24. Olá Bom dia

    Hoje pela manhã me envolvi em um acidente, estava na avenida quando ela começou a afunilar havia um carro na minha direita e um caminhão na minha esquerda, continuei na minha faixa e fui espremida praticamente pelo dois carros, o carro da direita pegou a faixa a frente e quando fui para a faixa da esquerda o caminhão pegou meu para-choque e um pedaço da lateral do carro. No caso eu estou errada ou será ele que me viu e continuou seguindo a faixa?

    No aguardo e obrigada.

  25. boa tarde eu preciso de ajuda eu estava com meu carro em uma via ai por mas condiçoes da pista reduzi a velocidade mais n cheguei a frear o carro e o cara afirma q eu freie bruscamente e nao esta querendo paga o estrago no meu carro o q eu poderia esta fazendo

    1. Renato,

      Presume-se que a culpa é de quem bate atrás. Se você comprovar que o ato do motorista da frente foi o motivo do acidente, ele pode ser responsabilizado.

      Boa sorte.

      1. Ola.boa tarde gostaria de tirar uma duvida, eu estava saindo com meu carro de um estacionamento ao sair olhei dos dois lados para ve se nao vinha carro quando fui sair para rua outro carro virou a esquena e entrou com tudo na minha frente eu pra nao bater no carro de frente tentei jogar o meu para o meio da rua so que meu carro acabou coledindo com outro carro estacionado , o condutor do carro que entrou na mimha frente nem esperou evadiu do lugar , agora o dono do carro parado quer q eu pague os danos do carro dele , o que devo fazer se o condutor culpado de entrar na minha frente fugiu, tenho que pagar?

        1. Andressa,

          Em tese, você é a culpada pelos danos causados ao carro parado. Você poderia mover uma ação contra o motorista do carro que entrou na sua frente para não ter de arcar com as despesas.

          Tente saber se havia alguma câmera de segurança no local que possa identificar o outro carro.

          Abraço

  26. Bom dia! Acabou de acontecer comigo hoje uma situacao seguinte: eu estava em uma avenida de mao unica, que um pouco adiante sai em uma rotatoria, o transito estava lento a 30 km mais ou menos, o carro que estava na minha frente freio normal, pois estavamos chegando ja nessa rotatoria, entao eu freei tambem, o carro que estava atras de mim e muito perto de mim freio bruscamente pra nao colidir comigo e o atras dele bateu nele, mas ele nao bateu em mim. E os dois alegaram e disseram q eu estava errada por freia, sendo q eu freei porq o carro da frente tambem freio, nesse caso eu nao tenho culpa nenhuma certo? O dono do carro de tras tirou fotos da minha placa e disse que vai vim atras de mim e ate me prender kkk ele é louco né ?

    1. Nicolly,

      Não sei se ele é louco (hehehe), mas está equivocado com certeza. Você não pode ser presa por conta de uma batida de carros que não vitimou ninguém.

      Entendo também que você não é culpada pelo acidente.

      Caso o outro motorista mova uma ação contra você, ele deverá comprovar que você não estava dirigindo de acordo com as regras de trânsito, o que acho muito difícil de ser feito.

      Abraço

  27. Boa noite. Preciso de uma ajuda! Há duas semanas, me envolvi em um pequeno acidente. Estava na mão direita em uma via de mão dupla na frente da casa onde moro (a casa encontra-se do lado direito da via) com minha moto, reduzi a velocidade, dei seta e abri a garagem para entrar com a moto, quando veio um carro atrás de mim na mesma mão e bateu na lateral traseira da minha moto me lançando pra fora da moto. O motorista do carro disse que ele não estava errado e que eu deveria parar no encostamento e ter esperado ele passar pra depois entrar na garagem. Pode me ajudar dizendo se eu realmente estava errada?

    1. Carol,

      Para saber dizer ao certo de quem é a responsabilidade em precisaria conhecer o local onde ocorreu a batida.

      Caso o outro motorista queira lhe cobrar judicialmente os danos, ele é quem deverá comprovar que você estava errada.

      Boa sorte.

  28. Acabei escrevendo errado, eu estava na mão direita e minha casa era na mão esquerda, então dei seta pra direita e fui entrar pra garagem, quando o carro que estava atras acabou batendo. Mas muito obrigada pela resposta!!

    1. Carol,

      Presume-se que quem bateu atrás é culpado, ele só conseguirá se desvencilhar desta presunção se fizer prova contrária, ou seja, se conseguir demonstrar que você estava errada.

      Abraço

  29. Olá,
    Meu marido se envolveu num acidente na Índio Tibiriçá na semana passada, estava trafegando dentro do limite de velocidade e guardando distância do carro à frente quando o mesmo freou bruscamente para não atropelar um cachorro, meu marido conseguiu parar e não bater atrás, mas um motociclista que vinha atrás dele não conseguiu parar e colidiu na traseira direita do nosso carro.
    O Motocilcista machucou o braço, meu marido prestou socorro e fez B.o. Mas o carro que parou por causa do cachorro foi embora.
    Agora o motociclista está dizendo que não irá pagar o conserto do carro porque ele foi vítima e a culpa é do meu marido.
    Ele viu que foi o primeiro carro que parou bruscamente e não havia o que meu marido fazer, mesmo assim está acusando.
    O que fazer nesse caso?

    1. Luana,

      Não faça nada. Se o motoqueiro entrar com uma ação, ele é quem deverá comprovar que o seu marido foi o culpado pelo acidente por não ter tomado as medidas de direção defensiva adequadas.

      Caso vocês queiram se resguardar mais ainda, tente procurar o motorista do carro que andava na frente e fugiu.

      Abraço

  30. Eu já fui vitima de varias situações em que muitos motoristas provocam colisões com o carro de traz para cometerem assaltos, querê levar vantagens, entre varias outras mutretas.
    Aconteceu comigo!
    Um cidadão com seu veiculo já com uma avaria traseira, em uma pista de 80Km freio bruscamente em um sinal de transito ainda aberto, provocou uma colisão traseira em seu veiculo e alegou que o sinal amarelou na hora. me colocou na justiça para que eu pague o prejuízo dele.
    Na Via Dutra um endivido ficou com raiva por que eu andava no limite da via a 100 km, me ultrapassou e jogou o carro dele na minha frente freando bruscamente na minha frente varias vezes tentando provocar uma colisão traseira.
    A maioria das colisões traseiras são maldosas! Dificilmente se ver uma colisão traseira com um carro pesado, como uma carreta e outros pois não sobreviveriam para cobrar o acidente.

  31. ola bom dia,quero saber de voce sobre esse acidente que ocorreu comigo…estava saindo da minha garagem e descendo com meu carro e bati numa caminhonete que estava descendo lentamente quase parando na minha calçada de guia rebaixada.o motorista da caminhonete nao me viu e eu tambem nao vi ele,quero saber quem esta errado,ele tem seguro,mas é só de $3000,00 e o conserto do carro dele vai ficar em $4000,00 e a franquia dele nao inclui terceiro.Ele quer que eu pago o meu carro mais metade do carro dele e agora o que faço…

    1. Elisani,

      Em uma primeira análise, apenas considerando o que você escreveu, parece que houve uma culpa concorrente, ou seja, os dois contribuíram para a colisão e danos.

      Neste caso, cada um arca com os seus prejuízos.

      Caso ele mova uma ação contra você, ele deverá comprovar que você foi a única responsável pelo acidente e pelos danos.

      Boa sorte.

    2. O art. 34 do CTB, prevê:”O condutor que queira executar uma manobra deverá certificar-se de que pode executá-la sem perigo para os demais usuários da via que o seguem, precedem ou vão cruzar com ele, considerando sua posição, sua direção e sua velocidade”. Desse modo, o dever de cautela é daquele que executa a manobra, devendo estar atento aos veículos que já se encontram em movimento na via.
      Assim, quando um veículo pretende ingressar na via deve parar e dar preferência de passagem a quem já estiver nela transitando e efetuar a manobra sempre com o máximo de cautela, com segurança…

      1. Camila,

        Obrigado pela contribuição.

        Meu entendimento de culpa concorrente foi baseado no fato de o outro carro estar trafegando sobre a calçada. Talvez eu tenha interpretado mal o texto da Elisani.

        Abraço

  32. Bom dia estava em fente a escola doa meu filhos e como do lado da via em que eu estava ñ tinha vaga priximo al portão e eu iria retornar da mesma forma fui mais a frente esperei do lado dando sete para virar quando deu uma folga eu virei o carro so que meu carro é grande e ñ faz a volta completa parei com ele atravessado e fui dar ré so q nisso havia um outro carro estacionando q desde onde eu tinha visto de cima ela vinha encostando pela beirada rente al meio fiu como parei p dar ré e e a uma boa diatancia dela ela sem olhae p traz deu ré e bateu no meu carro e ainda saiu falando q eu sai do outro lado e bati nela quem esta errada?

    1. Samanta,

      Difícil dizer apenas pelo que você relatou. Em uma situação como esta, para o juiz decidir é necessário apresentar testemunhas, descrever o local detalhadamente, condição do dia, entre outras coisas.

      Abraço

  33. Eu acho que essa lei tem que mudar, pra mim quem bate na traseira nem sempre está errado, o código de transito é antigo a velocidade dos carros de antigamente é as condições das estradas eram outras. considerando o minimo de uma velocidade permitida de 80 km não tem como parar repentinamente a tempo de uma pequena colisão no veiculo da frente com a antiga distancia permitida por uma lei antiga. Por que nos tiraram o direito de defesa, se ambos podem estarem errados?
    Quando a gente ver que uma lei antiga esta sendo explorada erradamente, tem que ser revista!
    Dificilmente nós vemos um carro de passeio provocar uma colisão com um carro pesado, somente com veículos menores, essas acidentes podem ser maldosos pra se aproveitar de uma lei antiga que não dar o direito de defesa para ambas as partes! NINGUÉM PARA O CARRO REPENTINAMENTE NA FRENTE DE UMA CARRETA, PARA PROVOCAR UMA COLISÃO TRASEIRA, PORQUE SABE QUE PODE NÃO SOBREVIVER PARA COBRAR O PREJUÍZO.

    RAFAEL BRUM

    1. Rafael,

      O texto diz exatamente isso: quem bate atrás nem sempre é culpado. O que existe é uma presunção de culpa, pois, em regra, se você está atrás, atento e a uma distância segura do carro da frente, conseguirá evitar o acidente.

      O carro da frente causar a colisão, principalmente de propósito, como você diz, é a exceção que deve ser comprovada.

      De qualquer forma, agradecemos o comentário. A mudança e a evolução surgem da discussão de ideias.

      Abraço

  34. Olá. Gostaria de tirar uma dúvida. Há alguns dias estava trafegando por uma via que possui uma curva e após uma descida. Havia dois carros a minha frente, eu estava há uma distância segura dos mesmos. Porém após a curva os dois carros param no meio da via os dois sem seta e alerta. Assim que retomei visão dos mesmos e constatei que estavam parados acionei o freio mas não consegui parar. Mas consegui desviar pelo acostamento e seguir meu trajeto sem nem uma colisão. A minha dúvida é: se eu não conseguisse desviar e colidisse com o carro à frente, eu seria culpada mesmo que ele não tenha dado nem um sinal e estando parado no meio da via?

    1. Ale,

      Eles seriam os culpados, mas em uma ação judicial você é quem deveria comprovar que eles não deram seta e não sinalizaram que iriam param na via. Se você não conseguisse fazer a prova, provavelmente, seria condenado a indenizá-los.

      Abraço

  35. Bom dia Amigo. No sabado passado aconteceu um acidente comigo … Eu vinha atras de um gol vermelho e ambas velocidades , quando e frente a uma praça tem uma faixa de pedetre que sempre ficam uns guardas e do outro lado da rua tinha bastante pedestre .. Entao o fluxo tava seguindo e quando o motorista do gol vermelhor freio sem indicar nada , eu ainda tive opçao de tira dele pelo lado direito , so que eu ia pegar todos os pedestres , entao eu voltei a acertei o bico do carro dele , causando um enorme prejuizo pra ambas as partes .. Queria saber qual ao certo dessa situaçao .

    1. Mateus,

      A princípio me parece que a culpa é sua, pois estava trafegando atrás e não manteve uma distância de segurança adequada que lhe permitiria parar sem bater em caso de freada do carro da frente.

      Abraço

  36. bom dia entao esses dia dias eu ia em uma avenida chamada jaguarari aki em natal quando um carro freio bruscamente na minha frente eu tetei freia mas ainda bati nele . detalhe desde janeiro de 2016 essa avenida que vai na direita nao pode entra nas ruas a esquerda e visse e versa , entao um terceiro carro que ia na frente do que eu bati ia fazer essa conversão que nao pode ele freio brusco e eu bati estou certo ou errado foi feito bo na hora estou esperando o verdito. mim judem ai galera.
    desde ja agradeço.

    1. Jarlison,

      Como dito no texto presume-se que quem bateu atrás é o culpado e para afastar essa presunção precisa fazer prova de que outro motorista foi o verdadeiro responsável pelo acidente.

      Se o motorista fez uma manobra ilegal à sua frente, ele é o culpado, entretanto, você é quem deverá comprovar a situação em juízo.

      Boa sorte.

  37. Olá, tenho uma dúvida!
    Estava andando em uma avenida do lado direito da pista, na mesma existe uma sinaleira, ao passar o cruzamento da sinaleira, passei por um ônibus, esse ônibus viu claramente que eu estava passando por ele, pois no momento do cruzamento fiquei em sua frente, pois a avenida fica mão única, ao passar o ônibus ele não parou e bateu na traseira do meu carro. Gostaria de saber se a culpa é minha ou do motorista do ônibus…? Agradeço desde já a atenção!!

    1. Valdoir,

      A culpa de quem bate atrás é presumida. Para que o motorista se desvencilhe da responsabilização pelo acidente ele deverá comprovar que você não adotou alguma medida de trânsito básica.

      Abraço

    2. Oi. Preciso tirar uma dúvida. Hoje eu bati em uma traseira de um carro. Não sei se sou a culpada. Porque, o carro da frente freio na entrada de uma rotatória, mas não havia carro nenhum entrando na rotatória e nem circulando na rotatória. Como ele estava com uma carretinha no carro dele, eu não vi sinal de freio e como não vi carro algum na rotatória, não imaginava que ele ia parar antes de entrar na rotatória. Neste caso bati na traseira da carretinha dele e amassou um pouco o paraxoque do carro dele. O meu quebrou o farol e amassou a frente. Quem é o culpado neste Caso? Obrigada

      1. Mari,

        Em regra, quem bate atrás é o culpado. Para você se livrar dessa culpa deverá comprovar que o outro motorista agiu de maneira inadequada (ou porque dirigiu imprudentemente, ou porque não estava com as luzes acessas, funcionando ou visíveis, por exemplo). Se você conseguir comprovar alguma destas hipóteses, a culpa passa a ser dele.

        Abraço

  38. Boa noite
    Aconteceu comigo o seguinte:
    Estava eu em uma rua do bairro que é uma subida, o carro da frente parou pois havia um ônibus na frente dele, no momento em que o carro da frente foi sair, o mesmo não obteve o controle do carro e veio pra trás, colidindo na parte frontal do meu carro, não consegui sair pois havia carro atrás do meu, eu estava em distância considerável, porem o carro da frente vê o com velocidade considerável para trás, não dando tempo de eu sair, o dono do carro que colidiu, não quer assumir que bateu no meu carro, pois alega que quem bate atrás é culpado, mas a força para colidir veio do carro da frente. Como devo proceder neste caso? Em Qual lei devo me respaldar sobre isso? Aguardo.

  39. Ola Bom dia. Gostaria de saber se uma pessoa que deu a seta nso no momento de fazer a curva pode esta certa, porque acabei batendo na lateral desse carro e o mesmo alegou que eu estava errado, sendo que ele poderia ter sinalizado uns 6 metros antes.
    Desde já agradeço.

  40. Boa tarde,
    queria saber, eu estava dirigindo um ônibus e estava em uma subida, estando o ônibus carregado com 60 pessoas, nisso um taxista parou atrás de min menos de 1,3 m. nisso o ônibus voltou atingindo o taxi que estava parado atrás e em cima da faixa numa posição lateral.
    quem está errado?

  41. Boa noite hj esta indo levar meu pai na hemodiálise quando esta atras de um carro para pegar uma avenida de repente o carro da frente começou a dar ré. .. e pegou meu carro com tudo amassou demais… tenho medo dela n assumir as suas responsabilidades. …

  42. Boa tarde. Esta manhã colidi na traseira do carro que estava na minha frente. Foi tudo muito rápido… O sinal acabara de abrir e ele freou bruscamente. A princípio me disse que havia freado porque um ciclista o fechou e pediu pra eu manter a calma porque realmente foi tudo rápido e não daria tempo de eu frear. Depois mudou a versão e me disse que freou porque o carro da frente dele também havia freado. De quem é a culpa, saberia me informar? Aguadeço desde já.

    1. Fernanda,

      Em regra, a culpa é de quem está atrás. Para se livrar desta culpa, o motorista que estava atrás deverá comprovar que quem vinha na frente fez algo de errado.

      Abraço

  43. Hoje ao sair com o meu carro um primeira a marcha não entroupas em segunda e o carro morreu, não deu nem tempo de pegar velocidade e um carro bateu na minha traseira, o motorista disso que foi minha culpa, amassou bem pouquinho o meu para choque trasteiro e não fez nada na pintura, a culpa foi minha ou dele que pelo visto não manteve distância?
    Obrigada

    1. Débora,

      Em regra, quem bate atrás é o culpado. Ele pode se livrar da culpa se comprovar que você fez alguma coisa errada, mas acho essa prova bem difícil de ser feita.

      Abraço

  44. Estava terminando de contornar o meu carro, um rapaz ao estacionar, dando uma ré brusca e rápida, bateu no meu carro, eu estava com pressa pois estava atrasada para uma entrevista de emprego, sai do carro, percebi que ninguem se feriu e tão pouco meu carro amassou, trocamos tintas, disse que não foi nada e sai do local, após a entrevista eu passei até o local não o vi e tão pouco seu carro estava lá, segui para minha casa, pois tinha outra entrevista de emprego, ao voltar o telefone tocou, era ele furioso, me acusando de tudo, querendo que eu pague o carro dele, e eu assustada pensando que erá a vitima do acidente porque ele veio em ré em cima de mim e disse a ele, o mesmo disse que sabia onde eu morava eu fiquei extremamente assustada e até me perguntando como ele conseguiu todos meus dados (presumo que ele foi até o local que eu fiz entrevista e pegou), bom fiquei assustada e corri a delegacia fiz um BO, meu carro passou por perícia o que comprovou que meu carro amassou e tem um risco da tinta do carro dele, só não amassou mais porque eu tirei o carro, ele me acusa e quer que eu pague o carro dele, agora estou aguardando, o que ira acontecer? Obrigada

    1. Kelly,

      Se ele mover uma ação contra você irá pedir reparação por danos materiais. Em regra, judicialmente, quem bate atrás é culpado e deve indenizar. Quem bate atrás só não é responsabilizado se conseguir fazer prova em contrário.

      Boa sorte.

  45. Boa noite, eu estava dirigindo na Av Lions, na faixa da esquerda, quando um carro freiou bruscamente, eu freiei mas bati no carro a minha frente, e em seguida um carro bateu na traseira do meu carro, porém o carro que parou bruscamente se evadiu, e o carro que bateu atrás de mim, não quer me pagar, alegando que eu devo assumir meu prejuízo, mas ele que bateu atrás de mim, ele tem que pagar correto? Se eu entrar na justiça eu ganho?

    1. Gleidson,

      Se você entrar na Justiça, a outra parte deverá comprovar que você foi o culpado, se não conseguir, presume-se que quem causou o acidente foi quem bateu atrás.

      Abraço

  46. Boa tarde, tenho uma dúvida. Estava em uma rotatória em um determinado lugar, só que uma van não sinalizou que iria entrar com o carro a direita e acabou me fechando e colidindo no meu carro. Gostaria de saber de quem é a culpa, já que estava sinalizando a minha entrada desde o meio do rotatória e a van simplesmente me lançou pro meio fio.

  47. Olá, eu estava trafegando em uma Zona Urbana (procurando uma pessoa com o carro estacionado) em uma via de mão dupla, avistei o carro estacionado na direita, freiei e diminui a velocidade para 20km, no momento antes de consegui ligar a seta para estacionar, um carro que estava atrás correndo excedendo o limite de velocidade freou cantando pneu e bateu na minha traseira, meu carro só amassou a tampa da mala e quebrou o para choque, isso pq eu não estava estacionada no meio da pista eu apenas diminui a velocidade para 20km então meu carro não absorveu muito o impacto só foi empurrado. O adolescente que estava dirigindo em velocidade excessiva e sem manter distância, alega q eu parei sem sinalizar, eu não cheguei a parar eu apenas diminui para 20km em uma área urbana em uma cidade do interior, na hora não chamei a Polícia pois ele me deu o telefone alegando pagar posteriormente, quando fui cobrar o Pai dele se recusa a pagar dizendo q a culpa foi de ambas as partes e que o carro dele também quebrou. Aguardo sua ajuda

  48. Bom dia. Ontem quando estava numa via vindo embora do trabalho no fluxo normal..quando entrou na via dois cães e pararam na pista…para eu nao atropela eles frei reduzi…quando veio um carro e bateu na traseira do carro..segundo o condutor do veiculo que bateu atraz disse que foi culpa de nois…gostaria de saber quem estava errado?

    1. Luiz,

      Em regra, quem bate atrás é o culpado. Para mudar a presunção, quem bateu atrás deve comprovar a culpa de quem veio à frente. Existem casos em que os dois condutores podem ter colaborado para o acidente (culpa concorrente).

      Abraço

  49. Olá,
    Estava parada num sinal vermelho, quando o veiculo atras de mim bateu no meu carro , com o impacto eu bati no veiculo da frente. Eu e o motorista da frente paramos numa rua ao lado para conversar com o senhor que causou todo acidente, mas ele malicioso acabou fugindo. Eu tirei uma foto da placa dele.
    Eu e o motorista da frente ( que eu bati por causa da colisão no meu ) fizemos um B.O
    contra o senhor que fugiu. Porém ele disse que não vai pagar nada.
    o carro que eu tava dirigindo era do meu amigo.
    Agora que o senhor que causou todo acidente se nega a pagar,
    o rapaz que estava na minha frente disse que vai me colocar na justiça( no caso meu amigo que é dono do carro) pq não quer sair no prejuízo.
    Judicialmente eu posso ser considerada culpada? Mesmo antes tendo feito B.O junto com o que agora esta me colocando na justiça?

    abraço

  50. Vou tentar explicar novamente de uma forma mais calma , pois ainda estou nervosa com o acontecido. Hoje me envolvi em uma batida , sai de uma rua e fui entrar em uma avenida movimentada , entrando na avenida sinalizei que gostaria de entrar a esquerda para não ficar na pista de ônibus , observei que havia um ônibus urbano, que pareceu , no meu retrovisor , me deixar passar e nem estava tão perto assim do meu carro. Maa logo à frente havia um semáforo com radar , ele amarelou e eu freiei , o ônibus bateu na minha traseira e alegou q eu entrei na frente dele e freiei bruscamente . Mas ao meu ver eu sinalizei , ainda andei alguns segundos com o ônibus atrás de mim e aí freiei. Acredito q estava certa , até Pq não vi meu erro Pq quando eu estava na entrando a esquerda ele não estava tão perto , foi sinalizado e eu freiei devido ao sinal e ao radar, alem de ser um cruzamento perigosíssimo de BH. Bom não tenho testemunha e uma pedestre q estava esperando o sinal fechar para atravessar disse q serviria de testemunha do motorista , alegando q eu freiei de repente. Fizemos o BO e o policial pareceu dar razão para mim , mas o motorista não aceitou e ele relatou no BO as duas declarações , onde a do motorista do acrescenta q momentos antes de frear eu o fechei . Estragou minha lanterna esquerda e meu aerofólio, ele também alegou q foi a esquerda Pq ele foi fechado , mas eu estava reta na pista , a lanterna esquerda foi uma coincidência . Quem está certo ? E agora qual providência devo tomar ? Aciono meu seguro ? Pago minha franquia ? Ou espero pela decisão da empresa dele ? E do seguro dele ? Muito obrigada

    1. Naty,

      Em regra, quem bate atrás é culpado. Para ele não ser responsabilizado deverá comprovar que você agiu de maneira incorreta.

      Acredito que o mais correto a ser feito é você acionar o seu seguro, pagar a franquia e depois mover uma ação contra a empresa de ônibus.

      Abraço

  51. Eu estava trafegando em uma via e tinha um veiculo na minha frente ele passou da esquina que ele queria entrar ederrepente ele parou o seu carro deu marcha e veio pra sima de mim que nao consegui fazer nada e nosso carro se chocou o meu bateu na trazeira dele e ele quer que eu pago o conserto dele ele registrou queixas sera quem estava errado nesse caso.

    1. Sandro,

      Provavelmente ele é quem estava errado. Contudo, você é quem deverá comprovar que o que aconteceu foi isso, pois a presunção de culpa é de quem bate atrás.

      Abraço

  52. Olá, boa noite bati na traseira de um carro, pois o mesmo parou o veículo na curva, daí eu bati atrás o motorista disse que eu e que estou erredo como posso agir nessa situação.

  53. Boa noite, hoje parei pra comprar um bolo e parei em uma leve inclinação, ao sair, deixei o carro descer devagar, é um motociclista bateu atrás ele disse que não viu, estou errado?

  54. Boa noite. Semana passada o condutor do carro que vinha a minha frente, ambos na velocidade da via, assustou-se com um carro que se aproximou demais dele e quase colidiu lateralmente. Isso fez com que ele acionadas os freios bruscamente e eu não tive como evitar a colisão na traseira do carro dele. Então eu bati no fundo do devido à freiada brusca dele ocasionada pelo susto. De quem é a culpa nesse caso? Obrigado.

    1. Kerson,

      Em regra, a culpa é de quem bate atrás. Para livrar-se dessa presunção, é necessário comprovar que o motorista da frente não tomou as medidas de segurança na direção adequadas.

      Abraço

  55. Desde que dirijo e até hoje, graças a Deus, sempre achei e acho que por convicção que quem bate no fundo está sempre errado mesmo. Pois quem está na frente não pode visualizar atrás. Ainda mais hoje em dia com celular. Acho que uma moça que bateu no fundo do meu carro destruindo-o completamente o fundo estava distraída, e sem atenção ao volante , MAS NÃO TENHO COMO PROVAR QUE ELA ESTAVA COM CELULAR. o SEMAFORO SEM ENERGIA- FALTA DE LUZ , MAS TINHA FAIXA DE PEDESTRE COM VÁRIOS OPERÁRIOS COM PÉ NA FAIXA DE PEDESTRE DANDO SINAIS COM A S MÃOS QUE QUERIAM ATRAVESSAR, fui lentamente parando e parei, quando recebi uma batida forte no fundo de uma AMAROK, QUE PODIA TER MATADO EU E MINHA ESPOSA.

    1. Antônio,

      Exato. Em regra, quem bate atrás é o culpado justamente porque ele tem a condição de visualizar o carro da frente. No seu caso específico, você não precisa comprovar a culpa de quem dirigia atrás, ela é quem tem de comprovar eventual culpa sua, se ela não quiser pagar o seu prejuízo.

      As exceções são em casos onde o motorista da frente força uma batida com o de trás, por exemplo.

      Abraço

  56. Boa tarde, ha alguns dias eu estava voltando para casa , quando parei em frente a minha rua, no acostamento com a seta ligada para o sentindo que iria virar quando um carro veio e bateu na traseira do meu carro , e me lancou a a 200 mts do local onde estava ele disse que eu avancei e parei bruscamente mas tenho testemunhas que me viram parada , todos do meu veiculo estavam de cinto de seguranca mas meu sobrinho estava no colo, ele alega pelo meu sobrinho esta no colo eu estava errada e ele nao quer pagar o que faco e quem estava errado?

    1. Beatriz,

      Neste caso, entendo que ele estava errado e, em uma ação judicial, ele é quem deverá provar que a culpa foi sua por conta da presunção que trato no texto.

      Procure um advogado.

      Abraço

  57. Eu estava no trânsito, horário de pico, chuviscando, um carro saiu de uma academia de ré, muito rápido sem dar qualquer sinal, porém eu estava a 30 e consegui parar, não colidi com ninguém. Então um carro bateu muuuito forte na minha traseira destruindo meu carro, caiu placa parachoque e escapamento… Porém este motorista diz q bateu pq um terceiro bateu atrás dele é fugiu… Ele conseguiu anotar a placa porem ninguém quer pagar meu prejuízo de 1.500,00 e agora?

    1. Suelen,

      Você pode cobrar de quem bateu atrás de você. Ele não pode deixar de pagar o seu prejuízo, visto que existe a possibilidade de ele cobrar de quem bateu atrás dele também.

      Abraço

  58. Estava transitando pela Rod. Anhanguera durante a noite quando encontro um veículo no meio da faixa da direita parado e com pisca alerta. Porém não deu tempo para frear e acabei colidindo na sua traseira. A ocupante do veículo colidido alegou problemas mecânicos, porém não existia nenhuma outra sinalização como triangulo para indicar tal problema com antecedência em uma rodovia…
    Porém após a batida, o veículo colidido seguiu viagem normalmente (sem problemas mecanicos algum…) o que indica que provavelmente a condutora do veículo perder a alça de acesso de retorno e freou na pista para dar ré….
    Como consigo me defender nessa situação? Por eu ter colidido atrás e mesmo sem sinalização suficiente eu ainda sou culpado?

    1. Fabrício,

      Nesse caso você deverá comprovar que o outro condutor não adotou as medidas de segurança adequadas. Caso você comprove que ela estava dando ré em local inapropriado ou parada sem a devida sinalização, você consegue se livrar da culpa.

      Boa sorte.

  59. Boa noite,

    Meu namorado estava saindo do estacionamento e na frente um carro tambem e os dois passaram por uma calcada , aconteceu algo com o carro da frente que ele jogou o carro para direita sem sinalizacao e meu namorado nao se atentou ao movimento brusco do mesmo e o acertou na lateral , nao foi na traseira, devido isso meu namorado concorda que houve erro das duas partes , o carro da frente por a falta de sinalizacao e virada brusca e do meu namorado por nao olhar e tentar prever esse movimento brusco. Gostaria de saber se por nao se tratar da traseira pode se dividir os gastos ? ele tentou um acordo amigavelmente porem o condutor do carro da frente disse que ele meu namorado por te batido na lateral precisa pagar todos os danos.

    por favor uma luz, meu namorado ja fez os BO agora esta vendo se consegue imagens de seguranca do local para comprovar a virada sem devida sinalizacao.

    por favor quais evidencias e provas podem ser usadas nesses casos e se ja houve casos que o juiz dividiu os gastos para ambos , ou nao sempre tera um culpado independente das provas e versao dos fatos.

    Obrigada

    1. Luci,

      Quando fica comprovado que os dois condutores tiveram participação para a ocorrência do acidente (culpa concorrente) há a divisão das despesas.

      Servem como provas imagens de vídeo, testemunhas, fotos, entre outras.

      Abraço

  60. Bom dia.
    Estou com uma grande duvida, eu vinha por uma rua de bairro de mão dupla, havia um carro na minha frente que simplesmente parou, buzinei e ele não sinalizou nem nada e andou cerca de um metro, fui obrigado a desviar pela contramão do mesmo, porem era uma subida leve e ao engatar a marcha voltar para a mão correta engatei a marcha errada e o carro deu um tranco morreu e desceu, colidi com a minha traseira na frente deste carro, porem até ali eu nem tinha percebido por que o carro tem engate, o cara me perseguiu e quando reduzi para entender oque ele queria o mesmo bateu violentamente na minha traseira e já desceu do carro querendo me agredir, para não piorar a situação achei melhor anotar a placa e sair do local, porem o mesmo me persegui novamente e bateu na minha lateral esquerda, ai comecei a fugir por que achei que ou estivesse armado ou fosse alguém desequilibrado, e só parou de me perseguir quando parei uma viatura que vinha no sentido contrario, o policial me passou os dados dele os meus para ele e disse para fazermos o B.O em qualquer dia por não ter vitimas, ai o outro motorista quer que eu pague o prejuízo dele, porem eu pagaria se fosse apenas a primeira colisão causada por mim, se eu cobrar na justiça seria difícil eu ganhar?
    Obrigado.

    1. Vitor,

      Pelos fatos narrados, você deverá comprovar a sistemática das batidas laterais e ele comprovar que não teve culpa quando bateu em sua traseira. É um caso bem complexo porque pelo que entendi não aconteceu em um único local, já que houve perseguição.

      Sugiro que você guarde todos os comprovantes de despesas com o conserto do carro e procure um advogado em sua cidade.

      Abraço

  61. Olá boa noite
    Hoje estava a circular , e comecei a fazer marcha atras para estacionar em paralelo. Quando estava a fazer marcha atras , olhei e vi que estava um carro atras de
    Mim e pensei que tinha espaço suficiente para trás .
    Comecei a fazer marcha atras , mas o condutor do outro carro não reagiu e colidimos. Os dois carros ficaram ótimos , mas gostava de saber de quem seria a culpa neste caso ?
    Obrigada

  62. Bom dia ontem eu estava vindo do trabalho ai eu freiei pra passar na lombada ai veio um carro e bateu na minha traseira ai o dono do carro se alterou e disse q a culpa era minha e disse q minha luz de freio deve não ter acendido ai eu testei lá na hora e meu colega olhou e tava acendendo normal ele disse w eu sou obrigado a dividir a divida do carro com ele msis ele estava com uma criança no banco da frente no colo da mae e a criança se feriu ai pra ele levar a criança no hospital passei meu numero pra ele me ligar depois ai eu vi o carro dele entrando dentro do Asai agora eu tenho essa duvida sera q o erro foi meu por ter freiado para passar a lombada ou ele q não teve cuidado ?

  63. Prezados, boa tarde!
    Eu trafegava em uma rodovia quando um veiculo da frente fez uma frenagem brusca para evitar uma atropelamento. Ele nao conseguiu frear e atropelou a mulher, a mulher foi arremessada para debaixo do meu carro e bati na traseira dele. Detalhe é que estava chovendo e nao estava correndo e a batida foi inevitável, o melhor de tudo é que a mulher nao faleceu. Com isso o caero da frente quer que eu arco com o prejuízo dele. Nesse caso eu que bati na traseira estou errado? No BO está escrito que o V1 fez freada brusca….fico no avuardo da opiniao de vocês.
    Obrigado!

    1. Mario,

      Em regra, a culpa é de quem vem atrás, pois este deve manter uma distância segura de quem vem à frente justamente para poder evitar a colisão caso o carro da frente faça alguma coisa inesperada.

      Neste caso, com apenas esses fatos citados, entendo que você pode ser considerado culpado, sim. Caso haja alguma imagem que comprove que o carro da frente fez algo errado (além da freada brusca) ou se o carro da frente estivesse sem luz de freio, por exemplo, a culpa pode ser passada para ele.

      Esta é a nossa opinião, que não é absoluta. Pode haver entendimento diferente.

      Abraço

  64. Ola boa noite! Gostaria de uma orientacao. Eu e me esposo estávamos de moto e a moto da frente parou bruscamente, pois a correia da moto quebrou ou se soltou e consequentemente batemos na moto, inclusive outro motoqueiro também quase bateu . o condutor da moto que foi responsável pelo ocorrido tem que arcar com o custo do conserto da nossa moto ? Desde já, obrigada!

    1. Kelly,

      A princípio quem foi culpado é o condutor da moto que estava atrás, o seu esposo. Se houve o acidente é porque, provavelmente, ele não estava a uma distância segura da moto da frente.

      Para que o outro motoqueiro pague as despesas do seu marido, o seu esposo deverá comprovar que o motoqueiro da frente não respeitou as leis de trânsito e por isso o acidente aconteceu.

      Abraço

  65. Bom dia!

    Em caso de acidente de trânsito onde a pessoa responsável pelo acidente não é o proprietário do veículo e sim o condutor. O responsável pelos danos será o condutor do veículo ou o proprietário? Caso o condutor não tenha condições de arcar com o prejuízo o mesmo será atribuído ao proprietário do veículo?

  66. Boa noite!!!
    Bati em uma caminhonete de carga que trafegava na faixa da esquerda que quando entrei na curva me deparei com ela quase parada .o condutor da caminhonete alegou que o compartimento de que fica as ferramentas dele se abriu e para não causar um acidente reduziu a marcha será que ele e tem culpa??? Desde já agradeço pela resposta!!!

    1. Miquéias,

      Neste caso, deve ser observado se ele tomou as medidas de segurança adequadas para a redução de velocidade e sinalização, por exemplo.

      Em regra, quem bate atrás é o culpado, mas se o motorista da frente agiu contra as leis de trânsito, ele pode ser responsabilizado.

      Abraço

  67. Boa noite!
    Estava em a subida parado atras de um carro aguardando para sair, o carro à frente saiu e sai atras porém a condutora deixou o carro morrer, parei mas o carro dela voltou e colidiu na frente do meu, desceu e disse que eu era o culpado, disse que vai entrar na justiça para reparar o arranhão no parachoque dela, o meu quebrou. O que fazer?

  68. Bate atrás de uma caminhonete e a caminhonete bateu em um vectra ….pergunta ..tenho que pagar a caminhonete ??? E a caminhonete pagar a vectra ???

  69. Boa tarde.
    Acidente: parei atras de um veículo, que tambem estava parado, esperando o momento para realizar a conversão para acessar uma avenida principal. O condutor que estava em minha frente engatou a re e colidiu no meu veiculo. Por inexperiência nao chamamos ninguem. Apenas peguei o contato do outro condutor que disse que iria suprir os danos. Apos um mes remarcando o pagamento o condutor disse que nao iria pagar nada pois eu estava atras e deveria ter businado ou dado re (nao tomei nenhuma das atitudes pois nao pensei que ele iria vir para cima ). É válido procurar meus direitos na justiça?

  70. Estava trafegando numa via de duas mãos únicas, dei seta para entrar na não da direita, pois iria entrar no estacionamento de uma farmácia. A pista estava molhada.
    Um motoqueiro que vinha na mão da direita freou e caiu não colidindo em nenhum carro.
    Verifiquei se não havia acontecido nada grave com o motoqueiros e sai do local do incidente.
    Pergunto, por não ter ficado até o final do possível atendimento do motoqueiro existe possibilidade de ser indicado com alguma culpa pelo tombo do motoqueiro?

    1. Cesar,

      A menos que ele comprove alguma culpa sua pelo acidente, entendo que não.

      Se ele teve graves ferimentos ou faleceu, você viu a situação e não prestou socorro, poderá responder criminalmente por omissão de socorro. Contudo, esta não é minha área de atuação e prefiro não tecer comentários mais profundos.

      Abraço

  71. BOM DIA!
    UMA SENHORA FREOU O CARRO BRUSCAMENTE SEM ACIONAR O PISCA ALERTA E COM ISSO NÃO DEU TEMPO DE DESVIAR COMPLETAMENTE E BATI COM A MOTO NA LATERAL TRASEIRA DE SEU CARRO CAUSANDO DANOS NA RODA, PNEU E ALGUNS ARRANHÕES. ELA QUER QUE EU PAGUE TUDO SOZINHA. ESTÁ CORRETO ISSO? COMO NÓS DUAS ERRAMOS A DIVIDA NÃO TERIA QUE SER 50% PRA CADA?

  72. Boa tarde,gostaria de saber se no caso de um acidente de batida na trazeira entre um carro e um onibus?
    Segiamos pela rodvia em sequencia v1 carro,v2 carro,v3 onibus coletivo carregado com mais ou menos 40 pessoas.
    Em determinado ponto da via existem lombadas ao chegar proximo da lombada um pouco ante ouviu se um barulho “como se fosse um tiro”eu como motorista do onibus olhei no para o retrovisor direito isso há uns 25km/h sendo que eram 05:58 da manha , o v1 parou bruscamente depois de passar a lombada e o v2 antes so que a julgar pelo peso e quantifade de passageiros o onibis nao para como um carro de passeio.
    Eu freiei o onubus bruscamente chegando a encostar na trazeira do v2,danos pequenos.o v1 arrancou e seguiu normalmente,na ocorrencia o condutor do v2 disse que o v1 estourou o peneu.
    Eu assumi a responsabilidade pelos danos do v2.
    Agora a pergunta p v 1 poderia ter forçado a parada?
    Ele teria culpa por nao sinalizar?
    Foi tudo muito rapido.
    Nesse caso eu realmente sou o culpado?

    1. Alexandre,

      Tendo a entender que a culpa foi sua mesmo. Como você mesmo disse, um ônibus demora mais para frear, então você deveria tomar uma distância de segurança maior do que as adotadas pelos carros.

      Para evitar a sua responsabilização, apenas conseguindo comprovar a culpa do primeiro carro, o que me parece difícil.

      Abraço

  73. Hoje eu infelizmente me envolvi em um acidente, a situação foi a seguinte.

    Percebi que o carro que estava na minha frente estava dando seta para ir para faixa do lado, então decidi utrapassar-lo e voltar para faixa que estava porém quando estava retornando para a faixa que eu estava o rapaz do outro carro acabou desistindo de entrar na faixa e tentou voltar.

    Nessa a minha traseira do passageiro, se chocou com a frente dele do motorista, eu não consigui ve-lo pois entendi que ele já estava mudando de faixa.

    Quem está errado nesse caso?

  74. estava trafegando em uma avenida cuja a velocidade é de 60kh, porem como era hora de pico a via estava parada, sendo que meu veiculo 1 encontrava-se parado, o veiculo 2 tambem parou e o 3 coledio na traseira do 2 progetando na traseira do meu veiculo, neste caso quem paga quem??

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *