Por que 1° de maio é o dia do trabalhador?

Share

Dia do trabalhador

No dia 1° de maio é comemorado, em boa parte do mundo, o dia do trabalhador. Vários países concedem feriado nesta data e os trabalhadores aproveitam para realizar manifestações, passeatas e festas para comemorar o dia. Mas você sabe por que o dia 1° de maio foi escolhido para ser o dia do trabalhador?

Em 1886, na cidade de Chicago, nos Estados Unidos da América (EUA), foi realizada uma grande manifestação de trabalhadores das indústrias localizadas nesta cidade. Entre as reivindicações dos operários estava uma melhor condição de trabalho e a redução de jornada de trabalho.

Seguindo a cidade de Chicago, no mesmo dia foi realizada uma greve geral de trabalhadores nos EUA. As paralisações alcançaram o impressionante número de 1.500 atos grevistas pelas cidades norte-americanas.

No dia 3 de maio do mesmo ano, policias e trabalhadores entraram em conflito causando a morte de diversos manifestantes. O fato gerou revolta entre os operários e no dia seguinte, manifestantes mataram, utilizando-se de uma bomba, sete policiais. Em resposta, os policiais dispararam contra os obreiros matando uma dúzia e ferindo algumas dezenas deles.

Três anos após, em 1889, como homenagem aos trabalhadores mortos nas manifestações de maio de 1886 nos Estados Unidos, a Segunda Internacional Socialista (congresso composto por sindicatos de trabalhadores e partidos socialistas da Europa), realizada em Paris, na França, instituiu 1° de maio como o Dia Internacional do Trabalhador.

A data ganhou mais importância quando, em 1889, dez trabalhadores franceses foram mortos por policiais durante manifestações de 1° de maio nas ruas de Paris.

Apesar de os fatos que deram origem à instituição do dia 1° de maio de como o dia do trabalhador terem acontecido nos Estados Unidos, até hoje este país não adota a data como dia do trabalhador, pois acredita haver uma ligação deste dia com o Socialismo. Lá o labor day é comemorado sempre na primeira segunda-feira de setembro.

No Brasil, a luta do trabalhador é comemorada no dia 1° de maio desde 1917 e foi decretada como feriado em 1925 pelo então presidente Artur Bernardes.

Em 1° de maio de 1940, Getúlio Vargas instituiu o salário mínimo. Exatamente um ano após, foi criada a Justiça do Trabalho e em 1° de maio de 1943 entrou em vigor a Consolidação das Leis do Trabalho, a CLT.

Trabalhador, aproveite o seu dia e não deixe jamais de lutar pelos seus direitos!

Veja mais:

Por que não existe ex-sogra?

Você sabia que a Constituição permite pena de morte no Brasil?

Calúnia, difamação e injúria, qual a diferença?

Intervalo interjornadas deve ser de no mínimo 11 horas

Não pagar pensão pode dar cadeia

Os comentários estão fechados.

Deixe seu comentário!

 
Share