4 consequências da falta injustificada do empregado

Falta injustificada

Tudo que fazemos em nossas vidas gera uma consequência. A consequência pode ser boa ou ruim, dependendo dos nossos atos. No texto de hoje iremos observar 4 consequências da falta injustificada do empregado. Já adiantamos que elas não são nada boas para o empregado.

O QUE É UMA FALTA INJUSTIFICADA?

Importante explicar o que é uma falta injustificada. Esta falta é aquela não prevista em lei como possível de se ter sem desconto do salário.

Algumas faltas justificadas são a licença gala (após o casamento), nojo (falecimento de parentes), doação de sangue.
Se você faltou por um motivo que a lei não autoriza a justificação, poderá sofrer algumas consequências.

1 – DESCONTO DO DIA DE TRABALHO NO SALÁRIO

O salário é o pagamento feito pelo empregador ao empregado pelos serviços prestados. Se o empregado não presta os seus serviços, não tem direito de receber o seu salário.

Assim, se você faltar ao trabalho por preguiça, para ficar namorando ou qualquer outra situação não prevista em lei, pode ter o seu salário descontado.

2 –  PERDA DA REMUNERAÇÃO DO DESCANSO SEMANAL REMUNERADO

São requisitos para receber o pagamento do descanso semanal remunerado a prestação de serviços por toda a semana e a pontualidade.

Desta maneira, a falta injustificada inviabiliza o pagamento do repouso semanal remunerado. Nesta situação, o empregado poderá repousar durante um dia, mas não será pago por isso.

3 – REDUÇÃO OU PERDA DAS FÉRIAS

Você sabia que quem falta muito ao trabalho pode perder o direito de férias? Sim, isto pode acontecer.

A Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) prevê a possibilidade da redução ou da perda do direito de férias. Entre outras situações, isto pode acontecer por conta do excesso de faltas injustificadas.

Saiba mais sobre o assunto lendo o texto do link acima.

4 – DEMISSÃO POR JUSTA CAUSA

A falta injustificada pode gerar demissão por justa causa de duas maneiras.

A primeira delas é o abandono de emprego. Em regra, se o empregado falta por 30 dias seguidos sem justificar, a justa causa pode ser aplicada.

Além do abandono de emprego a falta injustificada pode caracterizar a desídia. Nesta situação, diversas faltas espaçadas podem caracterizar o relaxo do empregado. Assim, a justa causa pode ser aplicada.

CONSEQUÊNCIAS DA FALTA INJUSTIFCADA DO EMPREGADO – CONCLUSÃO

Assim, podemos notar que a falta injustificada pode causar muitos problemas ao empregado. Por isso, falte ao seu trabalho apenas se for extremamente necessário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *